Trabalho com narrativas no ambiente coorporativo

 

 

O que é?

 

Uma consultoria que realiza palestras, workshops, treinamentos e apresentações fundamentadas na arte de contar histórias e nos ensinamentos dos contos de tradição oral.

As histórias da tradição oral são metáforas das nossas experiências;  permitem que aqueles que entram em contato com elas, entrem também em contato com suas próprias histórias por um novo prisma. Sobre isso, diz Regina Machado em seu livro Acordais: “... a experiência de cada aluno, que agora vive a trajetória exemplar na pele do herói, do monstro, do sábio, do rei, da bruxa, possibilita que ele volte para o seu próprio tempo histórico revigorado por essa experiência, dando substância e dignidade à sua existência”. 

Quando estudamos ou simplesmente ouvimos um conto da tradição oral somos capazes de ver nele a nossa própria história, pois essas histórias falam sobre a nossa condição humana, independente do tempo ou lugar.

É isto que faz com que permaneçam, perdurem no tempo e nas mais diversas partes do mundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por que trabalhar com narrativas?

 

Os contos da tradição oral e os trajetos de aprendizagem neles contidos são um caminho para formar e empoderar aqueles que estão em busca de sua realização.

Não se trata de um conhecimento superficial, de saber falar sobre determinado assunto, estar bem informado, mas sim de beber de uma fonte que possibilita conhecer-se e surpreender-se consigo mesmo, e que alavanca as nossas (sábias) ações no mundo a partir de um conhecimento ancestral que ativa esse lugar de “poder” no sentido de encontrar o possível no que parece impossível dentro de nós.

 

No livro Story proof, the science behind the startling power of story, Hendal Haven revela que os resultados de pesquisas de renomados profissionais das áreas da psicologia e neurologia confirmaram que as mentes humanas se baseiam em histórias e na estrutura das história como o principal roteiro para a compreender, dar sentido, memorizar e planejar nossas vidas - assim como as inúmeras experiências e narrativas que encontramos ao longo o caminho. "Vidas são como histórias, porque pensamos em termos de história, significamos as experiências em termos de história, e planejamos nossas vidas em termos de história.”

 

“ A vida é como um jogo de xadrez e as histórias são como livros de jogos de xadrez famosos que os jogadores profissionais estudam com o objetivo de se prepararem para quando estiverem enfrentando um desafio como aquele descrito no livro.”

Histórias revelam um mapa de ações para a vida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como as narrativas podem entrar e transformar o ambiente coorporativo?

 

Primeiro é preciso identificar o propósito, a demanda, o tema norteador do(s) encontro(s). Em seguida, começamos um trabalho de articulação entre o que o cliente deseja e os recursos, as ferramentas necessárias que irão compor o "campo comum de atuação".

Quando essa articulação está bem alinhada e firme em um propósito comum, o Encontro com os participantes (palestra, treinamento, worshop, apresentação) é cheio de vigor e pleno de sentido, pois o trabalho comportamental com  as histórias desperta os indivíduos para novas e inovadoras possibilidades de posicionamento frente aos desafios da vida.

 

Alguns clientes:

 

SESC Gestores, Rede UBUNTU, Instituto Robert Bosh, Banco Central do Brasil, Natura, Boticário, The beauty box, Abril Educação, Fundação Abrinq e Vivo Comunicação.

 

Para conhecer um pouco mais sobre meu trabalho e a importância da arte de contar histórias acesse o link da entrevista para o site da revista Veja: http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/tag/cristiana-ceschi/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

foto: Xica Lima

foto: Xica Lima

direitos reservados - Cristiana Ceschi

ilustrações do cabeçalho: Beatriz Carvalho